quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Respostas a Perguntas - I CHING

O que é a Vida em abundância?
Acima: Alegria - Abaixo: Alegria.
Grandes posses. Todas as coisas vêm àquele que é modesto e gentil. O brilho de fogo ao alto, no céu, tem um longo alcance, iluminando e tornando manifestas todas as coisas. Dignidade. É a união da força com a clareza. Grandes posses são determinadas e correspondem ao tempo. Como é possível que a linha fraca tenha o poder de manter unidas e possuir as linhas fortes? Isso se deve à sua modéstia desinteressada. A época é favorável: Um tempo de força interna aliada à clareza e à cultura externa. A força manifesta-se de modo gentil e controlado, conduzindo ao sublime sucesso e riqueza. A grande carroça capaz de receber muita carga e transportá-la a grandes distâncias sugere a existência de ajudantes capazes, com cujo apoio se pode contar e que estão à altura de suas tarefas. Pode-se confiar a esses ajudantes a carga de grandes responsabilidades e isso é necessário em empreendimentos importantes. O maleável obtém o lugar de honra no grande centro e o superior e o inferior lhe correspondem. As coisas vêm a nós através da comunidade com os Homens/Espíritos. Grandes posses indica multidão. Encontra correspondência no céu e se move com o tempo, por isso se diz: "Sublime Sucesso". Grandes posses numa posição inferior atraem o perigo; a cautela é oportuna. A boa fortuna de sua dignidade é decorrente de sua maneira de agir fácil e livre de preparações prévias.

O que é o fim, a morte?
A limitação. Para atingir o sucesso deve-se estabelecer limite. Perspectiva cheia de esperança. A transição já está, sem dúvida, preparada. O superior encontra-se em relação com o inferior. Antes da morte, sucesso: comoção para castigar a terra do diabo, porém se a pequena raposa, quase ao completar a travessia deixa sua calda cair na água, nada será favorável. As condições são difíceis. A tarefa é grande e cheia de responsabilidade. Consiste nada menos que conduzir o mundo da confusão de volta à ordem. Mesmo assim é uma tarefa que promete sucesso, já que existe um objetivo capaz de reunir as forças divergentes. Reflexão e cautela se faz necessário. É favorável cruzar a grande água. É preciso CRIAR NOVAS CONDIÇÕES, recorrer à ENERGIA de auxiliares competentes, então será possível concluí-la com sucesso.

Quem somos?
A oposição: embora o fogo possa queimar sobre as águas de um lago, os dois elementos jamais se misturam. Os opostos não se perdem pela coexistência. A reunião de opostos podem obter grandes resultados.

A cruz. Vamos defini-la?
Modéstia: Ela os eleva. É a imagem da modéstia. A cruz pesa as coisas, igualando-as. A cruz exige um longo esforço. A cruz dignifica e ilumina. A cruz cria o sucesso. A cruz é o próprio homem que com sua conduta atrai sobre si boas ou más influências. O caminho rumo à expansão passa pela contração. A cruz reúne todas as virtudes de um governante. É vazia, portanto não faz alarde de suas riquezas. Símbolo das massas, símbolo do perigo, por isso, a idéia de castigo. É preciso fazer marchar exércitos para castigar sua própria cidade e seu próprio país. Cruz, exército= mente; por isso o castigo por meio de um exército para que estes dois possam se unir.
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário